Inscreva-se para o Palco Principal da Virada ODS

O Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, será o ponto de encontro para uma série de debates pautados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’s), que contará com importantes nomes nacionais e internacionais

Com o intuito de conscientizar e engajar a população para os objetivos de desenvolvimento sustentável, a cidade de São Paulo será palco da Virada ODS entre os dias 8 e 10 de julho. O evento, que conta com uma vasta programação espalhada pela capital paulista, é gratuito e receberá no Pavilhão da Bienal do Parque do Ibirapuera um congresso para discutir desenvolvimento sustentável a partir dos ODS’s propostos pela Organização das Nações Unidas para 2030.

Nomes importantes como Ban Ki-moon, Secretário-Geral das Nações Unidas de 2007 à 2017, o jornalista Caco Barcelos, Drauzio Varella, Marta Suplicy, Djamila Ribeiro, Loung Ung, ativista e conferencista cambojano-americana de direitos humanos, Juan Manuel Santos Calderón, ex-presidente da Colômbia e vencedor do Nobel da Paz, entre outras figuras públicas, participarão dos debates no Palco Principal, localizado no 1º andar da Bienal do Parque do Ibirapuera.

A Virada, promovido pela Secretaria Municipal de Relações Internacionais, e pretende ser o ponto de partida para a construção uma São Paulo mais verde, inteligente e inclusiva. Os visitantes podem participar gratuitamente da programação da Virada ODS, a partir de inscrição no evento (se inscreva aqui).

Confira, abaixo, a programação completa do Palco Principal da Virada ODS, no Pavilhão da Bienal do Parque do Ibirapuera:

08 de julho

Abertura com Santo e Rosana Jatobá
10h às 10h15

Abertura Institucional
10h30 às 11h30

Ricardo Nunes, Prefeito de São Paulo;
Rodrigo Garcia, Governador de São Paulo;
Marta Suplicy, Secretária Municipal de Relações Internacionais da Cidade de São Paulo;
Silvia Rucks, Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas no Brasil.
 

Palco Principal – Palestra inaugural da Virada ODS
11h30 às 12h30

Ban Ki-moon, da República da Coreia, foi o oitavo Secretário-Geral das Nações Unidas de 2007 à 2017.

Palco Combate à Pobreza, Paz e Mudanças Climáticas
14h às 14h45

Juan Manuel Santos Calderón, ex-presidente da Colombia e vencedor do Nobel da Paz. Antes de ser eleito, também foi ministro da Defesa no governo de Álvaro Uribe. 

Palco Cidades América Latina
15h às 16h

Ricardo Nunes, Prefeito de São Paulo;
Carolina Cosse, Prefeita de Montevidéu (Uruguai);
Irací Luiza Hassler, Prefeita de Santiago (Chile);
Gissela Chalá Reinoso, Vice-Prefeita de Quito (Equador).


Palco Educação Midiática
17h às 18h30

Ana Lúcia Fontes, Fundadora da Rede Mulher Empreendedora;
Caco Barcelos, Jornalista;
Carolina Larriera, Economista Argentina, foi eleita a Mulher do Ano pelo Conselho Nacional da Mulher do Brasil;
Patricia Blanco, Presidente do Instituto Palavra Aberta.

09 de julho

Palco Mudanças Climáticas
10h às 11h30

Sadiq Khan, político e jurista britânico, Em 2016, foi eleito prefeito de Londres, sendo o primeiro muçulmano a ocupar o cargo;
Txai Suruí, líder indígena ativista brasileira da etnia suruí, coordenadora do Movimento da Juventude Indígena;
Felipe Calderón, advogado e político mexicano. Foi Presidente do México de 2006 a 2012;
Davi Kopenawa, escritor, xamã e líder político yanomami. Atualmente, é presidente da Hutukara Associação Yanomami, uma entidade indígena de ajuda mútua e etnodesenvolvimento;
Wael Aboulmagd, Embaixador do Egito no Brasil especializado em Relações Internacionais, Mudanças Climáticas, Democracia, Política e Direitos Humanos.

Palco Smart Cities
13h30 às 15h

Raul Juste Lores, jornalista e escritor. Foi correspondente da Folha de SP em Washington, Nova York e Pequim, e da Veja em Buenos Aires;
Nina Silva, Palestrante, escritora e executiva de TI, uma das 100 pessoas afrodescendentes com menos de 40 anos mais influentes do mundo e sócia fundadora do Movimento Black Money;
Roberto Andrés, professor de Arquitetura e Urbanismo da UFMG, editor da revista PISEAGRAMA e membro da Red de Innovación Política en América Latina e revisor do Journal of Public Spaces.
Carolina Ignarra, CEO e Sócia-fundadora do Grupo Talento Incluir, cadeirante há 20 anos, é mãe, foi eleita uma das “20 mulheres mais poderosas do Brasil” pela Revista Forbes e “Profissional de Diversidade” pela Revista Veja.

Palco Saúde Pós Covid-19
15h30 às 17h

Dra. Ileana R. Suárez, Diretora de ciência e inovação tecnológica do Ministério da Saúde Pública de Cuba;
Jaqueline Goes, Doutora em Patologia Humana e Experimental, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e, atualmente, desenvolve pesquisas de pós-doutorado no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo da USP;
Drauzio Varella, médico cancerologista, pesquisador e escritor brasileiro;
Thelma Assis, médica anestesiologista, influenciadora digital, apresentadora de televisão e youtuber brasileira.

Palco de Igualdade de Gênero
17h30 às 19h

Emilia Schneider, estudante de direito chilena, feminista, ativista e foi a 1ª mulher trans a ser eleita para a Câmara dos Deputados;
Marta Suplicy, foi deputada federal, prefeita de São Paulo, Ministra do Turismo, Ministra da Cultura e Senadora da República pelo Estado de São Paulo. Atualmente, é Secretária Municipal de Relações Internacionais da cidade de São Paulo;
Bielo Pereira, criadora de conteúdo, apresentadora e youtuber. Gorda, preta, bigênero, transsexual, ela cria conteúdo pautado em causas importantes como racismo, LGBTQ+ e gordofobia.

10 de julho 

Palco de Combate ao Racismo
10h às 11h30

Achille Mbembe, nascido na República de Camarões, é filósofo, teórico político, historiador, intelectual e professor universitário. Seus principais temas de investigação são história da África, pós-colonialismo, ciências sociais e política;
Djamila Ribeiro, filósofa, escritora e acadêmica brasileira. É pesquisadora e mestra em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Atualmente é colunista do jornal Folha de S. Paulo;
Carla Akotirene, militante, pesquisadora, autora e colunista no tema feminismo negro no Brasil. Carla é professora assistente na Universidade Federal da Bahia, e frequentemente citada pela sua investigação sobre interseccionalidade.

Palco Paz, Justiça e Instituições Eficazes
13h30 às 15h

Loung Ung, ativista e conferencista cambojano-americana de direitos humanos. Entre 1997 e 2003, foi a porta-voz nacional da Campanha por um Mundo Livre de Minas Terrestres, afiliada à Fundação dos Veteranos do Vietnã da América;
MV Bill,  cantor de rap brasileiro, ator, compositor e co-autor do livro mais vendido Falcão – Meninos do Tráfico. As iniciais “MV” significam “Mensageiro da Verdade”;
Joyce Banda, política do Malawi. Foi presidente de seu país, de 2012 até agosto de 2014. Antes de ascender ao cargo de chefe de Estado, foi vice-presidente de 2009 a 2012.

Palco Combate à Fome
15h30 às 17h

Jasmine Crowe, empresária americana. É a fundadora e CEO da empresa Goodr Co., uma empresa que está focada em administrar o desperdício de alimentos, bem como em trabalhar para reduzir e, finalmente, acabar com a fome;
Rafael Zavala, representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil desde 2018;
Taylor Quinn, coordenador de programas de alimentos na Tailored Food, também constrói coalizões de empresários locais, agricultores, fabricantes industriais e instituições multilaterais de desenvolvimento para projetar e levar ao mercado produtos alimentícios para pessoas que vivem na pobreza;
Geraldo Rufino, criado na favela do Sapé, em São Paulo, é fundador da JR Diesel, a maior empresa da América Latina em reciclagem e desmontagem de veículos. Nascido no estado de Minas Gerais, Geraldo Rufino, ainda criança, recolhia latinhas feitas de aço e folhas de flandre em lixões para vender no ferro-velho.

Foto: Daniel Deák